sábado, 24 de abril de 2010

VESTÍGIOS DE AMOR


Denomino nossa amizade,
Como amozade.
Celebro nossa amozade,
Como o mel de nossa lua.
O céu radiante, se pinta
Com um azul fosforescente
E até a noite,
Nos empresta a sua cor.
A cor do dia é o ouro do sol.
A cor da noite é a prata do luar.
E pra nossa alegria,
O povo acorda
Pra saudar a cor do dia...
A noite, o povo dorme,
Pra saudar a cor dos sonhos.
Sonhos não teem cor!
São transparentes,
Como os vestígios de amor!


23/04/2010 Tereza Neumann

3 comentários:

Ângela Coelho disse...

Parabéns pela poesia; continuas escrevendo cada vez melhor.
Beijos.

daufen bach. disse...

olá minha querida,
passando para ler-te novamente,
fazia tempos que não vinha aqui.

estás divina!
beio terno a ti e lindo final de semana.

daufen bach.

silvia disse...

Hola...adore tu blog..quede maravillada por tan bello poemas de amor...gracias por compartirlo...y hace de nuestras vida mas dulce y vivir el amor como lo que es lo mas preciado que Dios nos ha dado...besitos en tu corazón silvia..