quinta-feira, 12 de novembro de 2009

DA POETA GINNA GAIOTTI, UMA LINDA POESIA


Silêncio...



Quando tu não me encontrares,
silência-te! Espera-me, eu voltarei.
Nem sempre quero ser encontrada!
Sinto necessidade da voz da solidão.
Preciso ouvir o silêncio do universo
para que eu consiga escutar a mim!
Nem sempre necessito dos olhares,
perguntas ou respostas calculadas!
Quero saber o que diz meu coração...
Curar as feridas que minha alma tem
e saber dela quais almas machuquei.

Não quero a presença de ninguém
quando eu precisar me reencontrar
_na hora de perdoar ou pedir perdão.
Faço sozinha minha Auto-Punição!...

(Ginna Gaiotti®)

Um comentário:

Ângela Coelho disse...

Linda poesia Tê! Tem um selinho lá no meu blog para ti.
Beijos no teu coração.