sábado, 18 de abril de 2009

FUGA


IREI
IMPOSSÍVEL IMPEDIR-ME
INFELIZ INFINITAMENTE
MAS IREI
FORAM INSTANTES INCRIVEIS
AQUELES QUE INVADIRAM
MEU ÍNTIMO
E ME DEIXARAM
COM O CORAÇÃO EM PAZ
MAS VOCÊ ME CONFUNDE
VOCÊ ME DEIXA DÚVIDAS
COM O SEU JEITO
INCONSTANTE DE SER
E EU NÃO QUERO
SAIR FERIDA
NÃO QUERO VENCER
NEM SAIR VENCIDA
POR ISSO IREI
INFELIZ INFINITAMENTE
MAS IREI


26/12/81 TEREZA NEUMANN

2 comentários:

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Oi Tê,

Passei por aqui para olhar o que acontece... E adorei mesmo!

Lindo poema!

Com carinho imenso,

Whesley Fagliari - Amigo da Sofia

angel disse...

Te, mesmo quando pensamos estar sozinhos, rua deserta, sempre tem alguém a espreitar. Alguém que como nós não tem coragem de sair e dizer a todos: estou aqui.
Se um dia sentires sozinha, podes contar comigo. Estou aqui.
Abraço grande
angel