quarta-feira, 22 de julho de 2009

ODEIO A HOMOFOBIA, AMO A HARMONIA!


A tristeza me tomou,
De ponta à ponta,
Mas não posso
Me deixar por tua conta,
A rebeldia de um povo,
Que cultua a homofobia,
Não descarta,
A possível herança genética,
Algum dia...
A reflexão do homofóbico
É preciso,
Viver como estamos
é humilhante,
A luz tem que iluminar
Os pensamentos,
Dos preconceituosos,
E segredadores.
A tristeza não pode abraçar
E deixar tuas dores nas mãos,
De quem não pediu pra amar,
O teu sexo semelhante.
Odeio a homofobia,
Amo a harmonia!


22/07/2009 Tereza Neumann

Um comentário:

Ângela Coelho disse...

Tê! Copiei do teu blog a frase sobre o Congresso; achei ótimo. Beijos no teu coração.